10 destinos: a poderosa malha da American Airlines no Brasil em 2014 e 2015

10 destinos: a poderosa malha da American Airlines no Brasil em 2014 e 2015
Foto: Fábio Passalacqua

Hoje operando em apenas duas cidades brasileiras, São Paulo e Rio de Janeiro, no passado, mais especificamente em 2014 e 2015, a American Airlines (AA) chegou a contar com voos para 10 localidades (simultaneamente) no Brasil, atendendo todas as regiões. Neste período a companhia contava com 16 rotas e uma média de incríveis 100 voos semanais entre os países. Atualmente, o número está na casa de 4 rotas e 30 ligações semanais.

Explore mais detalhes da poderosa malha da American Airlines no Brasil entre os anos de 2014 e 2015, considerando partidas semanais:

  • Centro-Oeste

No Centro-Oeste, a companhia voava em média entre 5 e 6 vezes na semana para Brasília. A operação era efetuada com o Boeing 757 e partia da capital federal para Miami no período da noite.

Em 2018, a AA anunciou que seus voos para Brasília passariam a ser realizados com o Boeing 737 MAX 8. No entanto, a questão não se concretizou devido à paralisação das operações com o modelo em 2019.

Com a chegada da pandemia em 2020, a empresa realizou seu último voo entre BSB e MIA no dia 25/02 e desde então não voltou a voar para Brasília.

  • Nordeste

Nesse período (2014/2015), a aérea norte-americana voava para duas capitais nordestinas: Salvador e Recife. Ambos os trechos eram de/para Miami, aconteciam 5 e 6 vezes na semana, respectivamente, e eram realizados pelo Boeing 757-200.

Os voos para a capital pernambucana terminaram em fevereiro de 2016, enquanto os para a capital baiana se encerraram no mês seguinte.

  • Norte

Para a região Norte, a AA contava com uma média de 5 a 6 voos semanais entre Manaus e Miami. As operações eram realizadas com o Boeing 737-800 e, a partir do final de 2014, passaram a ser efetuadas com o Airbus A319.

A empresa encerrou seus voos para a capital amazonense em 2020 por conta da pandemia. Posteriormente, chegou a retomar os voos para MAO, mas acabou descontinuando a linha de forma definitiva em abril de 2021.

  • Sudeste

O Sudeste sempre contou com a maior concentração de voos na malha da American Airlines no Brasil e, em 2014 e 2015, a empresa oferecia ligações diretas para quatro cidades na região: Campinas, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo.

Os voos para o Aeroporto de Viracopos se iniciaram em dezembro de 2014, com ligações diárias para Miami e três semanais para Nova York JFK. Ambas eram efetuadas pelo Boeing 767-300. A empresa deixou de voar para a cidade paulista em fevereiro de 2016.

A capital mineira contava na época com uma média, variando de acordo com a temporada, de 5 a 7 operações na semana para Miami, por meio do Aeroporto de Confins. O Boeing 767-300 era o responsável pela ligação, que foi descontinuada em outubro de 2018.

Já o Rio de Janeiro, possuía uma média de 18-20 voos semanais, sendo dez para Miami (763/772), cinco/seis para Nova York (763) e dois/três para Dallas (763). Após a pandemia, os voos para Dallas deixaram de existir e  hoje a empresa conta com um voo diário de/para Miami e operações sazonais para Nova York JFK.

Por fim, o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, recebia mais de 40 voos semanais para quatro destinos. Miami contava com 21 frequências na semana (772/77W), Nova York com média de 7-8 voos (772/77W), Dallas com 6 operações (77W) e Los Angeles com 5-6 voos semanais (772). Atualmente, a American possui 14 partidas semanais de GRU para MIA e uma diária tanto para Dallas quanto para Nova York.

  • Sul

A empresa também já contou com ligações para a região Sul do Brasil com um voo triangular Miami-Curitiba-Porto Alegre-Miami. A operação acontecia diariamente com o Boeing 767-300 e se encerrou em fevereiro de 2016.


A pandemia certamente foi um fator contribuinte para a malha da companhia ter reduzido no Brasil, no entanto, uma boa parcela dessas operações, que existiam anteriormente, acabaram encerradas antes mesmo de 2019. Outro evento que cooperou com tal diminuição foi a crise enfrentada no país em 2016, quando a American Airlines deixou de voar para Campinas, Porto Alegre, Curitiba, Salvador e Recife.

Confira mais detalhes da malha atual da AA no Brasil: Malha da American Airlines no Brasil – Abril 2023

-> ASSINE AQUI A FLAP INTERNATIONAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Últimas