Mack Air: conheça a frota e as operações da empresa aérea líder do Delta do Okavango

Mack Air: conheça a frota e as operações da empresa aérea líder do Delta do Okavango
Foto: Mack Air

Vamos voar até a Botswana para explorar mais sobre a regional Mack Air, que opera em uma das regiões mais encantadoras do planeta: o Delta do Okavango e conta com uma robusta frota de aeronaves.

Breve história da Mack Air

Fundada em 1994 por Stuart e Lara Mackay ,a Mack Air tinha um único Cessna 206 Stationair, de matrícula A2-AKB, em sua frota. Em 1996, Lutz Gottschalk foi o primeiro piloto da companhia oficialmente contratado. Em 1998, a empresa contava com um pequeno time de funcionários, operando em sua maioria voos pelo Delta do Okavango.

A empresa possui sua base principal no aeroporto da cidade de Maun, que é a quarta mais populosa da Botswana com pouco mais de 65 mil habitantes. Em 2017, a Mack Air recebeu os seus dez primeiros Cessna Caravan C208 EX novos de fábrica e expandiu seus horizontes. Ao longo dos seus 24 anos de operação, a companhia foi se desenvolvendo e acabou se tornando a empresa aérea líder da região, com uma frota composta por 20 aeronaves. Em 2019, ela foi a primeira operadora comercial privada a obter a licença para efetuar voos internacionais e iniciou ligações entre a Botswana e a Namíbia.

Frota atual

Durante um período, a empresa chegou a contar com 32 aeronaves ativas em sua frota. Por conta de reajustes operacionais, a empresa devolveu algumas dessas aeronaves e atualmente possui 20 aviões em operação. Veja mais detalhes da frota:

  • 17 Cessna Grand Caravan C208EX
  • 02 GippsAero GA8 Airvan
  • 01 Cessna 210

Total: 20 aeronaves

O passageiro que chega no Aeroporto de Maun a bordo de um ATR ou Embraer e irá se deslocar até algum Safari Lodge, provavelmente voará a bordo de uma das aeronaves da Mack Air. O diretor da empresa, Michael Weyl, contou em uma entrevista ao site Times Aerospace, que a ideia de renovar a frota da companhia com novíssimos C208EX veio buscando manter o padrão de alta qualidade que os lodges oferecem.

Um dos diferenciais dos Caravans da Mack Air é o ar-condicionado. Para um país onde no verão as temperaturas superam os 40º, esse refresco é bem-vindo aos passageiros. Através do link ao lado você pode ver mais detalhes da frota da empresa: Frota Mack Air

Operações

Hoje, a grande maioria das operações da Mack ficam baseadas em voos charters para os sofisticados lodges situados pelo Delta do Okavango ou também no deserto do Kalahari. Existem trechos curtos de até 10 minutos ou os que superam 1h de voo.

A empresa conta, por enquanto, com somente uma operação regular: entre Kasane, no extremo norte da Botswana, e Victoria Falls, uma das portas de entrada para as incríveis Cataratas de Victoria. O voo acontece uma vez ao dia, conforme o itinerário abaixo, e é realizado pelo Cessna Caravan C208EX, que acomoda 12 clientes.

image 16

Os dois Airvans da empresa são responsáveis pelos voos cargueiros, que são um dos braços da Mack Air. A empresa contava com um Cessna Citation M2, o ZS-TAL, no entanto, o jato foi retirado de serviço no ano passado. Ele ficava baseado no Aeroporto de Lanseria, em Johanesburgo, na África do Sul, e era utilizado em fretamentos VIPs e executivos.

Além da operação regular, dos voos cargueiros, fretamentos VIPs, voos charters para os lodges, a Mack Air também oferece voos panorâmicos pelo Delta do Okavango ou também safáris aéreos na Namíbia.

O que esperar da Mack Air no Futuro

Em 2020, assim como todas as empresas do setor aéreo, a Mack Air também foi impactada pela pandemia. O turismo na Botswana é uma das três principais fontes de receita no país e em 2020 foi apenas 1,78% dos níveis do ano de 2019. A retomada das operações aconteceu de forma gradual e a Mack Air saiu da “turbulência” sem muitos arranhões.

A companhia está de olho no Cessna SkyCourier 408, que é a mais nova aposta da fabricante. A aeronave tem capacidade para acomodar até 19 passageiros e tem um alcance de até 1.667 km. Caso a Mack Air venha a adquirir este modelo, a empresa estaria ampliando a sua capacidade operacional, possibilitando também atingir novos mercados.

O diretor da Mack Air vê a companhia ampliando suas operações no futuro, principalmente para as pistas inóspitas no Delta do Okavango.

-> ASSINE AQUI A FLAP INTERNATIONAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *