Registros de ‘bird strike’ no Brasil têm redução em 2022

Registros de 'bird strike' no Brasil reduzem em 2022
Foto: Arline Ratings

De acordo com o CENIPA e o DECEA, o número de colisões de aves com aviões (bird strike) na aviação regular brasileira teve uma redução em 2022. Os dados foram compilados pela ABEAR.

De janeiro de 2021 a dezembro de 2022, os eventos registraram uma queda de 10,3 pontos a cada 10 mil movimentos.

  • Janeiro 2021: 19,9 a cada 10 mil movimentos
  • Dezembro 2022: 9,6 a cada 10 mil movimentos

Em 2022, houve o registro de 2.294 colisões de aviões com pássaros, representando uma queda de 16,3% em relação a 2021. No acumulado do ano passado, o indicador que mede a quantidade de ocorrências a cada 10 mil voos foi de 17,7, sendo que no ano anterior essa taxa havia sido de 20,8.

Ruy Amparo, diretor de Segurança e Operações de Voo da ABEAR, um trabalho conjunto com os aeroportos contribuiu para a redução das ocorrências. O Aeroporto de Congonhas, por exemplo, manejou aves que se proliferaram nos sítios aeroportuários durante a pandemia, momento em que a movimentação teve uma queda significativa.

-> ASSINE AQUI A FLAP INTERNATIONAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Últimas