Museu Asas de um Sonho ganha nova identidade visual

Museu Asas de um Sonho ganha nova identidade visual
Foto: MARCO AURÉLIO ESPARZ

O Museu Asas de um Sonho já tem uma identidade visual própria e, em breve, vai ganhar a primeira mostra com parte do acervo. As mais de cem aeronaves que compõem o antigo Museu da TAM serão transferidas de São Carlos (SP) para um novo espaço, parte delas deverá ir para o Centro Cultural São Pedro, em Itu (SP), administrado pelo empresário Marcos Amaro, filho do fundador da TAM, Comandante Rolim Amaro.

“Pouco a pouco a ideia de voltar a permitir a visitação a este rico patrimônio que compõe o Museu Asas de um Sonho está ganhando corpo e começamos com uma nova identidade visual para marcar este novo momento”

Marcos Amaro

Desenvolvida pelas agências Quantk & Brandingnew, a nova marca traz o conceito dos dois irmãos, Rolim e João, unidos por um sonho, a aviação, algo que se torna um legado de família. “Tivemos o desafio de modernizar a identidade visual, recuperar o nome original do museu e desvincular a logomarca que trazia o 14 Bis, uma vez que a coleção é muito mais ampla”, disse Ricardo P.P. Cruz, sócio-diretor das agências, responsáveis pela coordenação do trabalho.

Versa 771o Principal Horizontal Fundo Escuro

As cores foram escolhidas também com muito critério, o azul por remeter ao céu, o vermelho numa alusão à paixão dos irmãos, a coragem que a bravura que pautou os dois desde o começo da trajetória.

Durante quase dez anos o destino do antigo Museu da TAM permaneceu incerto. Com as portas fechadas, não era fácil mover o acervo, pois havia necessidade de uma área grande dado ao porte das aeronaves e a necessidade de preservação. “Uma parte importante da história da aviação brasileira está neste acervo e precisa ser preservada. Estou muito honrado de ter a oportunidade de liderar este movimento”, disse Marcos Amaro.

Para Manuela Amaro, conselheira do Museu Asas de um Sonho, “foi fundamental pensarmos e iniciarmos a retomada do Museu com o seu Rebranding. A iniciativa do Marcos em trazer o acervo para outro contexto e formato deixou evidente a necessidade de entender melhor a vocação do Museu daqui para frente.”

Segundo ela, “Uma historia que viaja pelo tempo”, como Brand Statement, foi verdadeiramente inspirado na vida dos irmãos aviadores, Rolim e João evidenciando agora, todo o seu legado. O logo, um “A” estilizado remete ao universo da arte celebrando a nova casa do Museu, além de representar o legado da família Amaro na Aviação.

O acervo do Museu Asas de um Sonho é composto por cerca de 100 aeronaves, entre elas um o Lockheed Constellation da Panair do Brasil, o primeiro a fazer viagens entre continentes, réplicas do 14-bis e do Demoiselle, modelos construídos por Santos Dumont, exemplares do caça alemão Messerschmitt Bf 109 e do caça inglês Supermarine Spitfire, utilizados na Segunda Guerra Mundial além dos holandeses Fokker 27 e Fokker 100, que foram utilizados pela TAM.

-> CLIQUE AQUI E ASSINE A FLAP

6 respostas

    1. Sempre esquecem de citar o Savioa Marchetti S55 “JAHU”, único no mundo além de ser detentor de recordes de travessia do Atlântico sul….

  1. 10 anos esperando pela reabertura. Moro em Franca / SP e iria para qualquer lugar em que fosse transferido, para visitá-lo.

  2. Eu sou opinião que esse museu deveria ser instalado no Campo de Marte .
    Ter uma pista de avião junto ao Museu seria algo fantástico no ponto de vista para gerar mais atrações ligadas ao tema .

  3. O Constellation foi pintado com as cores da Panair mas não era dela. Foi encontrado abandonado no Paraguai e restaurado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Últimas