IATA: demanda por carga aérea cai em maio, mas América Latina é destaque

Foto: NCDOTcommunications

Em um levantamento divulgado pela IATA – Associação do Transporte Aéreo Internacional, foi observada uma queda na demanda por carga aérea em maio/2023 em todas as regiões do planeta, exceto na América Latina.

Em relação a maio de 2022, houve um recuo em 5,2% no parâmetro de carga por quilômetro (CTKs) na demanda global. Por outro lado, a capacidade, que é medida em toneladas de carga disponível por quilômetro (ACTK), aumentou em 14,5% em relação a maio de 2022.

Com queda de 8,1%, a América do Norte apresentou o pior desempenho em maio nos volumes de carga aérea em maio de 2023 em comparação com o mesmo mês de 2022. Já a América Latina, foi a única região a registrar crescimento, com 3,6% positivo. Confira o panorama por região:

handler.php

“As condições do transporte de carga aérea continuam desafiadoras, com queda de 5,2% na demanda e vários indicadores econômicos apontando para enfraquecimento. A segunda metade do ano, no entanto, deve trazer algumas melhorias. Com a inflação diminuindo em muitos mercados, esperamos que os aumentos das taxas do banco central sejam moderados. Isso deve ajudar a estimular a atividade econômica com impacto positivo na demanda por carga aérea”

Willie Walsh, diretor geral da IATA

-> ASSINE AQUI A FLAP INTERNATIONAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Últimas