Confira a frota atual da LAM – Linhas Aéreas de Moçambique

Saiba quais as rotas disponíveis a partir do Aeroporto de Maputo
Foto: LAM

Fundada em 1936, a LAM – Linhas Aéreas de Moçambique possui uma rica história e é uma das companhias aéreas mais tradicionais da África. No entanto, mesmo com essa longa trajetória, a empresa nunca foi muito expansiva e atualmente possui uma operação mais local, com frota que dá para se contar nos dedos. Ainda assim, é considerada a empresa aérea de bandeira do país.

Ao longo de sua história, a LAM já voou com diversos modelos de aeronaves, como o Fokker 100, Embraer 190, DC-8, Lockheed Electra, Boeing 737-200, II-62 e até widebodies, como o DC-10 e Boeing 767-200. Durante um período em 2020, a companhia chegou a operar um Airbus A330 arrendado da Hi Fly para voar entre Maputo e Lisboa.

Confira a frota atual da companhia:

Modelo Matrícula Idade
Dash 8 Q-400 C9-AUV 10,2 anos
Dash 8 Q-400 C9-AUW 15,8 anos
Boeing 737-700 C9-BAR 19 anos
Boeing 737-700 C9-BAQ 18,7 anos

VEJA MAIS:


A média de idade da frota da LAM é de 15,9 anos.

Os 737s atuam somente no mercado doméstico, em trechos como Maputo-Beira, Maputo-Tete ou Maputo-Pemba, entre outras linhas. Os Dash 8 Q-400 também servem rotas domésticas e realizam esporadicamente o voo entre Maputo e Johanesburgo.

LAM

Há não muito tempo, a empresa chegou a operar um trio de Embraer 190: C9-EMA, C9-EMB, C9-EMC. O C9-EMC sofreu um acidente em 2013 e os dois restantes deixaram a frota em 2019.

A companhia conta com uma subsidiária, que é até maior do que ela própria. Trata-se da Mex – Moçambique Expresso. São 5 aeronaves em operação, sendo um CRJ-200, um Dash 8 Q-400 e três Embraer 145. A divisão regional da LAM é responsável por reforçar a malha doméstica da empresa e também possui trechos internacionais para Johanesburgo e Harare.


Você já voou na LAM? Conte para nós nos comentários:

-> ASSINE AQUI A FLAP INTERNATIONAL

Uma resposta

  1. Há aqui uma ressalva:
    O que foi fundado em 1936 foi a DETA – Direcção de Exploração dos Transportes Aéreos, pertencente à Direcção dos Serviços dos Portos, Caminhos de Ferro e Transportes, subordinada ao Mnisitério do Ultramar de Portugal e não a LAM. Só passaria a LAM – Linhas aéreas de Moçambique quarenta e tal anos depois.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Últimas